Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, SP, Brazil
Uma pessoa que adora ficar na cozinha preparando quitutes

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Sorvete de Lavanda


Lavanda Quando colocada no banho, ajuda a relaxar e a refrescar. Pode ser vaporizada no quarto, que ajuda a dormir. Ajuda a aliviar uma forte dor de cabeça. É anti-séptica, boa para picadas de insetos e queimaduras. Em óleos de massagem é útil em casos de reumatismo. Bronquite, insônia, dores musculares pré-menstrual, acne, pequenos machucados e queimaduras. Atua como antidepressivo. Ameniza os estados de descontrole emocional através do controle da mente consciente. Ao inalar o aroma, visualize um dos símbolos do equilíbrio, tal como o T’aí Ch’í, a pirâmide ou o crucifixo.


As lavandas ou alfazemas, cientificamente conhecidas como Lavandula officinalis L., são arbustos pertencentes ao gêneroLavandula. São plantas de pequeno porte, perpétuas e podem ser classificadas em anuais e subarbustos. Normalmente usa-se a expressão ‘lavandas’ para designar as que são usadas como ervas aromáticas e as ornamentais. Popularmente elas são conhecidas também como lavândula, nardo e espicanardo.

Sua multiplicação baseia-se na utilização de estacas que medem de 10 a 20 centímetros, especialmente no outono ou naprimavera. O cultivo é realizado através de sementes, e a melhor estratégia de produção é expor estes arbustos à radiação solar, com o objetivo de prevenir enfermidades causadas por fungos. A terra ideal é aquela que se encontra devidamente ventilada, apresentando areia e cálcio.
Alfazema
Alfazema
Ela normalmente se desenvolve em jardins, e assim que as flores despertam a colheita deve ser realizada. A partir daí ela apresenta as mais variadas utilidades. Suas flores podem constituir arranjos secos, enquanto as de coloração púrpura e os rebentos de delicado aroma são geralmente usados na confecção de potpourris. Em minúsculos recipientes de algodão, no formato de saquinhos, são adicionadas ao conteúdo dos guarda-roupas para exalar uma fragrância suave, atuando igualmente como repelente para insetos e parasitas.
Originária da Europa, especialmente das montanhas e da região do Mediterrâneo, ela era ancestralmente usada por gregos e romanos para seus banhos, a higiene das roupas, e igualmente na transformação de ambientes em recantos aromatizados, eliminando aromas desagradáveis de residências e vias públicas.
Medicinalmente a alfazema vem sendo utilizada também há muito tempo. Seu uso fitoterápico está concentrado especialmente no óleo essencial, que se encontra nas glândulas inseridas nos fios que dão colorido às folhas e aos caules dos arbustos. Ele detém em sua composição, entre diversos elementos, o linalol e o acetato de linalila, responsáveis por seu aroma; além de resina, saponina, taninos e cumarinas.
Alfazema
Alfazema
Das flores da alfazema é extraído um néctar que depois é convertido em um mel de alto valor qualitativo. Este produto apareceu a princípio nos países mediterrânicos, inserindo-se posteriormente no restante do Planeta. A produção floral da lavanda é igualmente aproveitada para a ornamentação de bolos.
A lavanda oferece também a possibilidade de ser explorada como erva, seja sozinha ou como integrante da erva da Provence, originária desta região francesa. Terapeuticamente ela tem propriedades antiespasmódicas, , antimicrobianas, cicatrizantes, elimina os gases intestinais, atua como excitante do sistema circulatório periférico, expulsa os insetos, é antidepressivo, calmante, diurético, combate o reumatismo, a asma, a sudorese, as convulsões, as dores, as tosses, entre outros efeitos fitoterápicos.
Além disso é muito usada na estética, desodorizando, refrescando, purificando. A alfazema reduz edemas, limpa peles repletas de acne, e compõe xampus especialmente direcionados para aqueles que têm cabelos oleosos. Ela é amplamente utilizada também na produção de perfumes. Os principais fabricantes de lavanda são a Bulgária, França, Grã-Bretanha, Austrália e Rússia.



A receita é do livro "The Ultimate Ice Cream Book".

Sorvete de Lavanda

3 xic. de creme de leite
2 colh. (sopa) de flores de lavanda secas
3/4 xic. de açúcar
4 gemas de ovo
2 colh. (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de água de rosas
Misture o creme de leite e as flores de lavanda em uma panela. Leve ao fogo até começar a ferver. Retire do fogo. Cubra e deixe descansar por 15 minutos no mínimo.
Em uma tigela média, bata o açúcar com as gemas até ficar espesso e claro. Acrescente a farinha, misture e reserve.
Coe o creme para remover as flores de lavanda. Lentamente acrescente o creme às gemas batidas, misturando. Volte a mistura à panela e leve ao fogo baixo, mexendo constantemente com um fouet ou colher de pau, até que engrosse levemente. Cuidado para que não ferva (os ovos podem talhar). Retire do fogo e passe por uma peneira para uma tigela limpa. Deixe esfriar completamente. Acrescente a água de rosas. Cubra e refrigere até estar frio (ou de um dia para outro).
Coloque na sorveteira seguindo as instruções do manual. Quando estiver pronto deve estar macio, mas pronto para ser consumido. Para que fique mais firme, leve ao freezer por pelo menos 2 horas.
Nota: Para dar uma cor mais "interessante" juntei corante alimentício roxo!




8 comentários:

da Sergio disse...

Grazie per avermi fatto visita. E' un onore che qualcuno mi legga dall'estero! Ricambierò la cortesia. Ciao!
Sergio

FOFIS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula Pacheco disse...

Humm parece muito bom e cheiroso,
bjs
Paula

Verinha Folly disse...

Amei sua visita!!
Gostei de uma receita de salmão e coloquei no meu blog avental de chita mais dei os créditos. Bjs

Sónia Paula disse...

Gostei da reportagem,parabens...
Bjcas...

Larana disse...

deve ser uma verdaeira delicia.

beijos:))

Vida Floral disse...

Oi Fofis,
Vou experimentar fazer esse sorvete de lavanda, deve ser d+!
beijo
Sílvia

calma que estou com pressa disse...

oi fofisss! vim agradecer sua participação no sorteio do ani do bloguito-
boa sorte para ti
bjs